Home / Notícias / Negociação de rodas de carro roubado leva a polícia a desmanche em SJP

Negociação de rodas de carro roubado leva a polícia a desmanche em SJP

Há fortes indícios de que o dono do desmanche estava comprando veículos roubados ou furtados em Curitiba e Região Metropolitana

Dois homens foram presos por policiais civis do 13° Distrito Policial suspeitos de receptação de veículos. A prisão aconteceu na tarde de segunda-feira (06), em São José dos Pinhais. Com eles a polícia apreendeu 10 carros, entre eles um veículo Parati, na cor prata, furtada no dia 20 de outubro no bairro Sítio Cercado, em Curitiba.

A primeira prisão, de um homem de 32 anos, aconteceu no bairro Quississana. A segunda, de um homem de 49 anos, foi no bairro Guatupê, onde funcionava um desmanche clandestino.

Os policiais chegaram até o suspeito, após dar prosseguimento as investigações que na semana passada indiciaram dois microempresários por terem comprado as rodas da Parati. A negociação da venda das rodas aos microempresários foi feita pelo próprio receptador, o homem de 32 anos, preso em SJP. O suspeito confirmou que recebeu R$ 700 pela venda dos produtos.

Seguindo as diligências, o homem de 32 anos acompanhou a equipe policial até um local onde funcionava um desmanche clandestino, no bairro Guatupê, lá a polícia apreendeu cerca de 10 carros sem procedências já modificados e com o sinal identificador adulterado. O dono do local, de 49 anos de idade, foi preso em flagrante.

Todos os carros que estavam no local foram encaminhados para a Delegacia de São José dos Pinhais, onde serão periciados a fim de identificar os proprietários dos veículos. O proprietário do local também foi encaminhado para a delegacia onde foi autuado em flagrante pelo crime de receptação qualificava e adulteração de sinal identificador de veículos.

“Há fortes indícios de que o dono do desmanche estava comprando veículos roubados ou furtados em Curitiba e na Região Metropolitana de Curitiba (RCM). Além da compra desses carros, eram feitas adulterações no sinal identificador, documentos falsos eram arrumados para eles, e após essas alterações os veículos eram revendidos”, falou o delegado responsável pela ação, Gerson Machado.

As investigações também levaram os policiais até o cunhado do receptador da Parati, um homem de 30 anos, na casa dele que fica no bairro Rio Pequeno, também em São José dos Pinhais, foram encontrados um pé de maconha e um simulacro. O suspeito foi encaminhado para a delegacia, onde prestou depoimento e assinou um termo circunstanciado (TC).

A ação contou com o apoio de policiais militares da 2ª Companhia do 13° Batalhão da Polícia Militar de São José dos Pinhais.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Veja também

Shows inspirados no conto O Quebra Nozes acontecem no Natal do Shopping São José

  Espetáculos são abertos ao público A decoração de Natal do Shopping São José, inspirada ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.